Páginas

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

O PROFETA MUNDIAL E O FUTURO DO MUNDO

Anônimo escreve
VISÃO EXTRA-APOCALIPSE Haverá uma grande convulsão na Europa central, que vai durar cerca de 3 meses. Essa tal convulsão vai estourar com revoluções políticas que atingirão a Itália e a França no coração da Europa. As revoluções no Estado Italiano e Francês terão graves consequências para a Europa, para o Vaticano e o mundo, porque será a partir desses graves acontecimentos que surgirá no cenário mundial um homem de sangue real, um príncipe, o qual será coroado rei da França, da Itália e da Alemanha ao mesmo tempo. Esse homem também tornar-se-á Sumo Pontífice da Igreja Católica Romana e isso acontecerá assim que terminar essas insurreições na Europa. Depois ele receberá o apoio de mais 7 nações cristãs importantes na Europa e no mundo, que se unirão ao triunvirato Franco-Ítalo-Alemão do Grande Rei que será vituperado como o grande salvador do mundo e que conseguirá formar um novo reino romano, a princípio com as três nações européias.No fim dos citados 3 meses, começará o reinado daquele que para a Igreja Católica Romana será chamado de o Papa Pedro II, o que não será um mero nome papal, como os seus antecessores, mas, o seu verdadeiro nome.No fim do seu reinado; que será de apenas 1260 dias (42 meses) ou 3 anos e meio exatamente; o seu reino desmoronará, porque os reis do oriente entrarão em batalha com os exércitos ocidentais liderados pelo Grande Rei.Essa grande batalha final, será travada nos Montes de Israel ou em Har-Magedom e durará 3 dias e 3 noites. A cidade de Roma, o­nde estará o Trono do Grande Rei e Sumo Pontífice, será destruída por um grande terremoto global e queimada pelo fogo nuclear em apenas uma hora.No imediato revide do ocidente, o oriente também será queimado pelo fogo nuclear e então o mundo chegará ao seu fim Nesse grande terremoto mundial, cujo epicentro será em Roma, todas as cidades das nações do mundo cairão demolidas e engolidas pelos abismos e pelas vagas do oceano, como consequência do confronto nuclear entre o Leste e o Oeste, que abalará totalmente o eixo terrestre.Depois disso, haverá o grande juízo dos mortos, pois, a Terra e suas obras serão queimadas, após o que, uma nova Terra e um novo céu surgirão e o mar já não existirá, pois, a primeira Terra e o primeiro Céu; que hoje existem; serão purificados pelo fogo e, então, transformados para receber uma nova humanidade, livre das imperfeições do mal, da impiedade e da morte. Por fim, a única e verdadeira Igreja de Deus e do seu Cristo, descerá dos Céus sobre a Terra renovada, para recompor aquilo que no início era perfeito e uníssono com a Lei Divina Universal. 7 RAZÕES PARA O CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS 1 - O CONFLITO ÁRABE-ISRAELENSE As feridas históricas entre os filhos de Jacó e os filhos de Ismael; ambos meio irmãos e pais do povo judeu e árabe respectivamente; nunca cicatrizaram. O ódio entre irmãos, depois de centenas de invasões, diásporas e guerras sangrentas, atravessou os séculos e chegou até nossos dias.Assim que Israel foi fundado como Estado independente em 1948, exércitos árabes atacaram o novo Estado judeu, que na época tinha apenas seis tanques da segunda guerra e um avião da primeira guerra e mesmo assim conseguiu deter a invasão. Mais tarde em 1967 estourou a chamada guerra dos seis dias, que quase detonou uma terceira guerra mundial, quando uma coalizão entre Egito, Síria e Jordânia atacaram de surpresa pelo Norte, o Sul e o Leste, o Estado de Israel, com cem mil soldados. Israel escapou por milagre, quando os exércitos da, então, chamada RAU-República àrabe Unida - pararam no deserto para descansar. Naquela época Israel ocupou o Golan, uma região montanhosa situada ao sul da Síria, antigamente chamada de Basã.Em 1973, houve uma nova tentativa de destruir Israel por parte das nações árabes na chamada guerra do Yon Kippur, no dia da expiação - um feriado judeu. Na época Israel ocupou o território palestino da Cisjordânia.Em 1982, cansado de ser ameaçado, Israel ordenou a primeira invasão e ocupação do Líbano, que anos mais tarde foi devolvido ao seu povo.Todos os dias ouvimos falar nos tele-jornais, dos conflitos e atentados que não tem fim entre palestinos e israelenses, que todos sabemos aonde vai dar e com certeza não será em paz duradoura entre os dois povos irmãos. 2 - A OPERAÇÃO TEMPESTADE NO DESERTO Em Dezembro de 1990 o, então, presidente dos Estados Unidos George Bush (Pai) ordena o primeiro ataque ao Iraque de Saddam Hussein, após o ditador invadir o Kwait. Saddam revida como pode e queima poços e refinarias de petróleo.A chamada Guerra do Golfo que durou cerca de dois meses, mostrou ao vivo para o mundo inteiro pela primeira vez a guerra tecnológica como num verdadeiro War Game - (Jogos de Guerra). A guerra terminou devido às pressões internacionais e com o fracasso dos Estados Unidos na tentativa de derrubar o governo de Saddam Hussein. Em 1994 e 1998, os Estados Unidos lançam diversos bombardeios ao Iraque, em desrespeito por parte do governo daquele país as resoluções da o­nU. 3 - ISRAEL E OS PALESTINOS Em 2000; depois de o primeiro ministro israelense Ariel Sharom entrar desrespeitosamente na mesquita muçulmana de Al Aqza, teve início a mais sangrenta rebelião palestina contra Israel - a chamada Entfada - em Jerusalém e nos territórios ocupados. Israel reagiu violentamente aos ataques e tudo se acalmou com a promessa de um Estado Palestino em 2005, com a intermediação dos Estados Unidos, que foi chamado pelos americanos de Mapa do Caminho. 4 - O 11 DE SETEMBRO Em 11 de Setembro de 2001 Nova York desperta com o primeiro ataque real ao território dos Estados Unidos. Terroristas árabes, liderados pelo terrorista saudita Osama Bin Laden, seqüestram 4 aviões de 2 companhias aéreas norte-americanas.2 desses aviões atingem as duas torres gêmeas do World Trade Center que cerca de 10 minutos depois desabam ainda em chamas aos olhos do mundo todo que assiste ao vivo a superpotência norte-americana ser humilhada em seu próprio território. O terceiro avião atinge o Pentágono que é parcialmente destruído e o quarto avião; cujo alvo supõe-se era a Casa Branca; é abatido no ar e cai na Pensilvânia.Mais de 3 mil pessoas morrem na maior tragédia americana da história. O então, presidente norte-americano George W. Bush (filho) declara guerra ao terrorismo internacional e ordena o ataque ao Afeganistão derrubando o governo Taliban daquele país e desmantelando o quartel general da Al Qaeda, organização terrorista de Osama Bin Laden, cujo governo afegão apoiava e acobertava.Osama Bin Laden nunca foi encontrado pelas forças especiais americanas.Os atentados aos Estados Unidos tem seu fundamento na questão palestina, entre árabes e judeus. 5 - A OCUPACÃO DO IRAQUE Em março de 2003 com o apoio unilateral da Grã-Bretanha, Bush (filho) ordena a invasão do Iraque que sem resistência capitulou. Saddam Hussein foge e em 2004 é capturado para ser julgado no próprio Iraque.Hoje o Iraque ocupado pelas forças americanas e aliadas virou terra de ninguém e está praticamente dividido em dois grupos que em meio a brutais atentados ameaçam mergulhar o Iraque numa sangrenta guerra civil entre as facções xiitas (apoiadas pelo governo fundamentalista do Irã) e os sunitas (que ganharam a primeira eleição iraquiana após a ocupação).O território iraquiano está fora de controle, mas, encontra-se ainda (em 2007) ocupado pelas forças americanas e pelas forças de paz da o­nU.Saddam Hussein foi enforcado em 30 de dezembro de 2006. Com o caos instaurado e se a guerra civil eclodir, o Iraque será dividido em dois. 6 - ISRAEL E O LÍBANO Em 2006; após a prisão e morte de um soldado israelense por parte do grupo terrorrista Hezbolah, estabelecidos no sul do território libanês; Israel ordena ataques maçiços contra o Líbano, atacando com mísseis, bombardeios, navios e tanques, destruindo toda a infraestrutura do já destruído Líbano. 7 - O IRÃ E A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL Daniel capítulo 11: "Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele; e o reido norte virá como turbilhão contra ele, com carros ecavaleiros, e com muitos navios; e entrará nos países, e osinundará, e passará para adiante.Entrará na terra gloriosa, e dezenas de milhares cairão;mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e asprimícias dos filhos de Amom.E estenderá a sua mão contra os países; e a terra doEgito não escapará.Apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata, e detodas as coisas preciosas do Egito; os líbios e os etíopes oseguirão.Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; eele sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos.E armará as tendas do seu palácio entre o mar grandee o glorioso monte santo; contudo virá ao seu fim, e nãohaverá quem o socorra." O caos instalado no Iraque e a não observância de Israel em dar aos Palestinos um Estado independente em 2005-como estava previsto nas conversações de paz chamada pelos Estados Unidos de "Mapa do Caminho"- levará a uma guerra civil que provocará uma nova invasão vinda do Irã que lutará com o governo sunita apoiado pelos xiitas iraquianos. As potências ocidentais tentarão intervir, mas, a guerra se alastrará fazendo com que a face oriental do Iraque, localizada a leste do rio Eufrates, seja ocupada pelas forças Iranianas e xiitas.O atual governo do Irã está desenvolvendo mísseis, aviões de combate e um programa nuclear próprios e não vão parar de se armar, mesmo com as crescentes ameaças de sanções econômicas e mesmo de ataques militares por parte dos Estados Unidos.Ao longo dos 3 anos e meio finais , o Irã se armará, reunirá forças e aliados e atravessará o grande rio Eufrates para atacar novamente as forças aliadas estacionadas no lado ocidental iraquiano.O profeta Daniel revela no capítulo 11 de seu livro que Persas (iranianos e afegãos), Líbios e Etíopes (Etiópia) atacarão Israel, Jerusalém e o Egito, mas, recuarão devido às ameaças do norte (dos Estados Unidos e da Rússia) e do Oriente (da China).O PROFETA MUNDIAL - THE WORLD PROPHEThttp://www.worldprophet.ubbihp.com.br
Anônimo escreveVISÃO EXTRA-APOCALIPSE Haverá uma grande convulsão na Europa central, que vai durar cerca de 3 meses. Essa tal convulsão vai estourar com revoluções políticas que atingirão a Itália e a França no coração da Europa. As revoluções no Estado Italiano e Francês terão graves consequências para a Europa, para o Vaticano e o mundo, porque será a partir desses graves acontecimentos que surgirá no cenário mundial um homem de sangue real, um príncipe, o qual será coroado rei da França, da Itália e da Alemanha ao mesmo tempo. Esse homem também tornar-se-á Sumo Pontífice da Igreja Católica Romana e isso acontecerá assim que terminar essas insurreições na Europa. Depois ele receberá o apoio de mais 7 nações cristãs importantes na Europa e no mundo, que se unirão ao triunvirato Franco-Ítalo-Alemão do Grande Rei que será vituperado como o grande salvador do mundo e que conseguirá formar um novo reino romano, a princípio com as três nações européias.No fim dos citados 3 meses, começará o reinado daquele que para a Igreja Católica Romana será chamado de o Papa Pedro II, o que não será um mero nome papal, como os seus antecessores, mas, o seu verdadeiro nome.No fim do seu reinado; que será de apenas 1260 dias (42 meses) ou 3 anos e meio exatamente; o seu reino desmoronará, porque os reis do oriente entrarão em batalha com os exércitos ocidentais liderados pelo Grande Rei.Essa grande batalha final, será travada nos Montes de Israel ou em Har-Magedom e durará 3 dias e 3 noites. A cidade de Roma, o­nde estará o Trono do Grande Rei e Sumo Pontífice, será destruída por um grande terremoto global e queimada pelo fogo nuclear em apenas uma hora.No imediato revide do ocidente, o oriente também será queimado pelo fogo nuclear e então o mundo chegará ao seu fim Nesse grande terremoto mundial, cujo epicentro será em Roma, todas as cidades das nações do mundo cairão demolidas e engolidas pelos abismos e pelas vagas do oceano, como consequência do confronto nuclear entre o Leste e o Oeste, que abalará totalmente o eixo terrestre.Depois disso, haverá o grande juízo dos mortos, pois, a Terra e suas obras serão queimadas, após o que, uma nova Terra e um novo céu surgirão e o mar já não existirá, pois, a primeira Terra e o primeiro Céu; que hoje existem; serão purificados pelo fogo e, então, transformados para receber uma nova humanidade, livre das imperfeições do mal, da impiedade e da morte. Por fim, a única e verdadeira Igreja de Deus e do seu Cristo, descerá dos Céus sobre a Terra renovada, para recompor aquilo que no início era perfeito e uníssono com a Lei Divina Universal. 7 RAZÕES PARA O CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS 1 - O CONFLITO ÁRABE-ISRAELENSE As feridas históricas entre os filhos de Jacó e os filhos de Ismael; ambos meio irmãos e pais do povo judeu e árabe respectivamente; nunca cicatrizaram. O ódio entre irmãos, depois de centenas de invasões, diásporas e guerras sangrentas, atravessou os séculos e chegou até nossos dias.Assim que Israel foi fundado como Estado independente em 1948, exércitos árabes atacaram o novo Estado judeu, que na época tinha apenas seis tanques da segunda guerra e um avião da primeira guerra e mesmo assim conseguiu deter a invasão. Mais tarde em 1967 estourou a chamada guerra dos seis dias, que quase detonou uma terceira guerra mundial, quando uma coalizão entre Egito, Síria e Jordânia atacaram de surpresa pelo Norte, o Sul e o Leste, o Estado de Israel, com cem mil soldados. Israel escapou por milagre, quando os exércitos da, então, chamada RAU-República àrabe Unida - pararam no deserto para descansar. Naquela época Israel ocupou o Golan, uma região montanhosa situada ao sul da Síria, antigamente chamada de Basã.Em 1973, houve uma nova tentativa de destruir Israel por parte das nações árabes na chamada guerra do Yon Kippur, no dia da expiação - um feriado judeu. Na época Israel ocupou o território palestino da Cisjordânia.Em 1982, cansado de ser ameaçado, Israel ordenou a primeira invasão e ocupação do Líbano, que anos mais tarde foi devolvido ao seu povo.Todos os dias ouvimos falar nos tele-jornais, dos conflitos e atentados que não tem fim entre palestinos e israelenses, que todos sabemos aonde vai dar e com certeza não será em paz duradoura entre os dois povos irmãos. 2 - A OPERAÇÃO TEMPESTADE NO DESERTO Em Dezembro de 1990 o, então, presidente dos Estados Unidos George Bush (Pai) ordena o primeiro ataque ao Iraque de Saddam Hussein, após o ditador invadir o Kwait. Saddam revida como pode e queima poços e refinarias de petróleo.A chamada Guerra do Golfo que durou cerca de dois meses, mostrou ao vivo para o mundo inteiro pela primeira vez a guerra tecnológica como num verdadeiro War Game - (Jogos de Guerra). A guerra terminou devido às pressões internacionais e com o fracasso dos Estados Unidos na tentativa de derrubar o governo de Saddam Hussein. Em 1994 e 1998, os Estados Unidos lançam diversos bombardeios ao Iraque, em desrespeito por parte do governo daquele país as resoluções da o­nU. 3 - ISRAEL E OS PALESTINOS Em 2000; depois de o primeiro ministro israelense Ariel Sharom entrar desrespeitosamente na mesquita muçulmana de Al Aqza, teve início a mais sangrenta rebelião palestina contra Israel - a chamada Entfada - em Jerusalém e nos territórios ocupados. Israel reagiu violentamente aos ataques e tudo se acalmou com a promessa de um Estado Palestino em 2005, com a intermediação dos Estados Unidos, que foi chamado pelos americanos de Mapa do Caminho. 4 - O 11 DE SETEMBRO Em 11 de Setembro de 2001 Nova York desperta com o primeiro ataque real ao território dos Estados Unidos. Terroristas árabes, liderados pelo terrorista saudita Osama Bin Laden, seqüestram 4 aviões de 2 companhias aéreas norte-americanas.2 desses aviões atingem as duas torres gêmeas do World Trade Center que cerca de 10 minutos depois desabam ainda em chamas aos olhos do mundo todo que assiste ao vivo a superpotência norte-americana ser humilhada em seu próprio território. O terceiro avião atinge o Pentágono que é parcialmente destruído e o quarto avião; cujo alvo supõe-se era a Casa Branca; é abatido no ar e cai na Pensilvânia.Mais de 3 mil pessoas morrem na maior tragédia americana da história. O então, presidente norte-americano George W. Bush (filho) declara guerra ao terrorismo internacional e ordena o ataque ao Afeganistão derrubando o governo Taliban daquele país e desmantelando o quartel general da Al Qaeda, organização terrorista de Osama Bin Laden, cujo governo afegão apoiava e acobertava.Osama Bin Laden nunca foi encontrado pelas forças especiais americanas.Os atentados aos Estados Unidos tem seu fundamento na questão palestina, entre árabes e judeus. 5 - A OCUPACÃO DO IRAQUE Em março de 2003 com o apoio unilateral da Grã-Bretanha, Bush (filho) ordena a invasão do Iraque que sem resistência capitulou. Saddam Hussein foge e em 2004 é capturado para ser julgado no próprio Iraque.Hoje o Iraque ocupado pelas forças americanas e aliadas virou terra de ninguém e está praticamente dividido em dois grupos que em meio a brutais atentados ameaçam mergulhar o Iraque numa sangrenta guerra civil entre as facções xiitas (apoiadas pelo governo fundamentalista do Irã) e os sunitas (que ganharam a primeira eleição iraquiana após a ocupação).O território iraquiano está fora de controle, mas, encontra-se ainda (em 2007) ocupado pelas forças americanas e pelas forças de paz da o­nU.Saddam Hussein foi enforcado em 30 de dezembro de 2006. Com o caos instaurado e se a guerra civil eclodir, o Iraque será dividido em dois. 6 - ISRAEL E O LÍBANO Em 2006; após a prisão e morte de um soldado israelense por parte do grupo terrorrista Hezbolah, estabelecidos no sul do território libanês; Israel ordena ataques maçiços contra o Líbano, atacando com mísseis, bombardeios, navios e tanques, destruindo toda a infraestrutura do já destruído Líbano. 7 - O IRÃ E A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL Daniel capítulo 11: "Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele; e o reido norte virá como turbilhão contra ele, com carros ecavaleiros, e com muitos navios; e entrará nos países, e osinundará, e passará para adiante.Entrará na terra gloriosa, e dezenas de milhares cairão;mas da sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e asprimícias dos filhos de Amom.E estenderá a sua mão contra os países; e a terra doEgito não escapará.Apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata, e detodas as coisas preciosas do Egito; os líbios e os etíopes oseguirão.Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; eele sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos.E armará as tendas do seu palácio entre o mar grandee o glorioso monte santo; contudo virá ao seu fim, e nãohaverá quem o socorra." O caos instalado no Iraque e a não observância de Israel em dar aos Palestinos um Estado independente em 2005-como estava previsto nas conversações de paz chamada pelos Estados Unidos de "Mapa do Caminho"- levará a uma guerra civil que provocará uma nova invasão vinda do Irã que lutará com o governo sunita apoiado pelos xiitas iraquianos. As potências ocidentais tentarão intervir, mas, a guerra se alastrará fazendo com que a face oriental do Iraque, localizada a leste do rio Eufrates, seja ocupada pelas forças Iranianas e xiitas.O atual governo do Irã está desenvolvendo mísseis, aviões de combate e um programa nuclear próprios e não vão parar de se armar, mesmo com as crescentes ameaças de sanções econômicas e mesmo de ataques militares por parte dos Estados Unidos.Ao longo dos 3 anos e meio finais , o Irã se armará, reunirá forças e aliados e atravessará o grande rio Eufrates para atacar novamente as forças aliadas estacionadas no lado ocidental iraquiano.O profeta Daniel revela no capítulo 11 de seu livro que Persas (iranianos e afegãos), Líbios e Etíopes (Etiópia) atacarão Israel, Jerusalém e o Egito, mas, recuarão devido às ameaças do norte (dos Estados Unidos e da Rússia) e do Oriente (da China).O PROFETA MUNDIAL - THE WORLD PROPHEThttp://www.worldprophet.ubbihp.com.br

Um comentário:

Mariz disse...

Salvé!
Este post está repetido...
Talvez fosse bom cortar e...é sempre um pouco desacreditado, tudo o que vem a lume sem ser autenticado. Bastaria colocar-se o que vem nos livros ditos sagrados e não as supostas teorias de invasão como tantas que já se previram e não aconteceram.
Por mim, quer a europa como o mundo em geral, estão a cair num caos tal que tudo o que é velho e caduco e não deixa avançar espiritualmente quem pretende ter um mundo novo, deve ser extinto. E diz a Bíblia que o céu - sol e lua mais os elementos, acabarão em forma de fogo!
Não me parece que seja essas invasões que sempre estão latentes bem como outraspelo poder do petróleo....
A MÂO Divina vai dar uma ajuda através da Natureza que há muito está a rebeliar-se e isso só quem não vê...quem não quer! A vibração do planeta está a ser deteriorada, essencialmente pelos pensamentos negativos e caóticos da humanidade ada vez mais se mostra pérfida, e contrária á ordem natural! Desciou-se da sua Consciência que é o seu suporte e as acções por sua vez é o que se vê! Nada do que é material deve vingar, caso não seja aliado á espiitualidade de cada um! A ambição desmedida e a ganância pelo poder, seja ele qual for, estão a matar a CASA MÂE e a HUMANIDADE! E como o caos se está a instalar a olhos vistos, não tarda a guerra estoira!
É caso para perguntar se todos estão a colocar tanta esperança no novo presidente dos EUA já que dizem que ele vem mudar o mundo porque é muito espiritualizado, pergunta-se a quem não tenha palas nos olhos, se um presidente que tem um espírito tão elevado, auma das medidas primeiras que toma é revitalizar o comércio automóvel - principal causador da poluição no planeta! e como esta medida podem seguir-se outras....por quanto também vai retirar as tropas do país que ocuparam não por armas biológicas mas por causa do petróleo!
A outra medida é não retirar as prisões de alta segurança....
Estranhas medidas, não?
Mais estanho ainda, no dia da vitória da sua eleição apresentar toda a família vestida de preto ou encarnado!
Acho que estes pormenores estão a a escapar á maioria!
Seria bom que se concentrassem no olhar dele e o fixassem e epois sentiriam - caso saibam sentir essas coisas....
Peço desculpa por este longo comentário, mas não se devem fazer previsões, pelo que nos parece...ou porque as guerras acontecem....elas sempre aconteceram ao longo da história! - engraçado não se falar no tal anti-cristo, que virá, tal qual como descrição da bíblia mas crê-se que desta feita por meio de hologamas! Muitos acreditarão ser ele o novo messias, porque a humanidade nessa altura deve estar mesmo a viver o caos e pensa ser salva...porém vão enganar-se mais uma vez!
Diz-me a sensatez que quando as multidões apoiam seja o que for ou alguém ou ainda se estão de acordo na sua maioria...geralmente, não é por aí!!!

peço desculpa se houver gralhas mas o meu teclado não está famoso!

FELIZ NATAL
MAriz